Friday, November 28, 2014

I am too scared of people / Medo das pessoas

Mais um paquistanês decapitado na Arábia Saudita. Tá, eu sou a favor da pena de morte sim maaaaaas em certos casos. Agora se fossemos  decapitar cada pessoa que se envolve com drogas teríamos um só um continente habitado no mundo.
Leiam esse artigo.


Another Pakistani beheaded in Saudi Arabia. Okay, I'm in favor of  death penalty buuuuut  in certain cases. Now if we were to behead every person who gets involved with drugs in this world, we would have only one continent inhabited.
Read this article.


http://tribune.com.pk/story/798183/saudi-beheads-9th-pakistani-since-mid-october/

Thursday, November 27, 2014

Depoimento hehehehehe da Melissa

Pois é, tanta mulher sem vergonha no Paquistão e vem falar de uma brasileira. Ah vá!!!




Estive no Paquistao duas vezes,a experiência é unica,grandiosa e me ensinou muita coisa que eu nunca aprenderia,entenderia, se não tivesse estado lá.É muita coisa pra contar e deixo pra escrever no meu blog num post mais inspirado,hoje estou cansada.
Aqui vou me reter a falar sobre o "ocorrido"da vez.Meu marido me disse em tom sério,"minha mae quer falar com você depois".Oi???Nunca consegui me comunicar com ela a não ser por mímicas,imaginem por telefone .Como ele sabe que isso é impossivel,depois de eu insistir o dia todo pra ele falar o que era,ele muito sem graça e já sabendo que ia falar merda,já começou se justificando.Foi assim:
Ja falei pra minha mae que nao tem jeito,mas suas fotos estao rodando o Paquistao,todos ja sabem de vc,homens que nem conheco,vc sabe que homem paquistanes nao mostra a mulher pra ninguem blablabla,minha mae ligou reclamando que foram falar pra ela que conheceram a esposa do Kashif pelo facebook....
Ja cortei nesse ponto,ele as vezes deixa o sangue machista muçulmano aflorar e eu tenho que dar aqueles petelões pra pessoa acordar pra vida.Comigo não tem essa,eu não tenho foto pelada,nem decotada,nem de biquini,nem beijando homens,nem mostrando meu corpo maravilhoso,sai pra la jacaré!!
Eu sou casada com um muculmano light,salvo em algumas regioes mais afastadas dominadas pelo Taliban,no Paquistao as mulheres nao usam hijab,o lenco que muitas muculmanas usam pra cobrir a cabeca,elas apenas nao usam roupas que marquem muito s
eu corpo,nem decotes.Quando eu andava nas ruas,no meio do povao,mesmo estando acompanhada de meu marido,os homens olhavam muito,por eu ser mulher em primeiro lugar e claro por perceberem que eu era estrangeira,confesso que teve vezes em que eu me incomodei ao ponto de cobrir meu rosto com o lenco,e uma burca era tudo qoue eu queria vestir naquele momento.
Todos sabem o quanto eu me incomodo com gente fanatica por religiao,seja ela qual for,e vir falar pra mim que os paquistaneses nao gostam de mostrar sua mulher pq querem a proteger,é desculpa pra esconder algo de vergonhoso que nao quer que os outros saibam,ou pq vivem no meio de homens baboes que nao conseguem se controlar ao ver um rabo de saia.Eu nao compro essa ideia ignorante de que a mulher que foi estuprada deu motivo pq estava com a saia curta,mas nuncaaaa,filha da puta eh filha da puta e vai fazer coisa errada,vai ver coisa errada, em qualquer circunstancia.
Minha sogra nunca morou fora do Paquistao,ela tem razao em se incomodar,eu entendo,fui la e sei que se a mulher der uma risadinha a mais pra outro homem que nao seja de sua familia,pode em vezes dar ate em morte(da mulher infelizmente).Ela me tratou muito bem quando estive la,tenho lembrancas maravilhosas de todos,das criancas me dando comida na boca,das pessoas me dando presentes,me agradando em tudo.Mas convenhamos,o Paquistao esta a anos luz de ser um pais legal para mulheres como eu viver,para as mulheres que sao criadas la sim,esta tudo otimo,elas se sentem bem tendo seu valor maior cotado pela habilidade na cozinha e amabilidade que trata seu marido.Nunca quis mudar isso em minha sogra,ela sempre me achara uma mulher incompleta para o filho dela,e eu sempre a acharei a sogra ok,pq ela é afinal uma paquistanesa exemplar,nao poderia ser diferente.
A pouco tempo atras passou a novela Gabriela na Globo,por sinal maravilhosa essa ultima versao,e la eu identifiquei exatamente o pensamento das pessoas que eu conheci no Paquistao em quase toda a historia.Os homens de bem,casados com a esposa perfeita,a noite iam se divertir com as kengas e de dia as abominavam.
Mas meu marido nao,ele sabe do meu valor,trabalho com ele o dia todo,ele reconhece a mulher que tem e eu ando de cabeca erguida no meio de qualquer um,todos me respeitam,se por tras falam alguma coisa,morram enrolados na lingua,eu nunca dei motivo algum pra ninguem falar A de mim.
Vou continuar com meu perfil aberto,o dia que colocar foto de homem nu bonito, eu juro,fecho so pra nos amigas do coracao,pq merecemos ver coisas bonitas na vida.

Wednesday, November 26, 2014

Karachi Police Rescue 26 Female Minors/ A polícia de Karachi resgata 26 meninas menores de idade

AoA

Leiam o artigo do meu querido aluno Tayyab Baloch para o site www.sharnoffsglobalviews.com . Um absurdo como a mulher, independentemente da idade, não vale nada aqui.


Read the article my dear student Tayyab Baloch wrote for www.sharnoffsglobalviews.com. It is an absurd how women ,regardless of age, are worthless here.


http://www.sharnoffsglobalviews.com/karachi-police-female-425/


Phir milenge,
Patricia Cassolatto




Come and get to know more about Pakistan!/Venha conhecer mais sobre o Paquistão!


Roubando descaradamente (com autorização) da Momina dona da página #BrazilPakistanFriendlyRelations

www.facebook.com/BrazilPakistan


 Curtam e compartilhem por favor.




Please like and share My friend Momina's page on Facebook about Brazil and Pakistan:

www.facebook.com/BrazilPakistan



Khuda Hafiz,

Patricia Cassolatto



Monday, November 24, 2014

Livro: Meu tio é gay/ Book "My uncle is gay"


Eles bem que tentam esconder masssss não dá, existem gays e lésbicas sim no Paquistão. Especialmente gays e o que me deixa de queixo caído é o fato de dizerem que é normal um garoto ser iniciado sexualmente por um homem mais velho aqui. A naturalidade com que falam me assusta.
O link abaixo fala sobre o primeiro livro anti-homofobia paquistanês para crianças "Meu tio é gay". Uma boa iniciativa.

They try to hide buuuuut they have to accept that there are gays and lesbians in Pakistan. Especially gays and what scares me out is that they say it is normal to start a boy sexually by an older man here.
The link below is about Pakistan's first anti-homophobia childre's book "My uncle is gay" Was a good initiative though.

http://www.buzzfeed.com/imaansheikh/pakistans-first-childrens-book-on-lgbtq






Sunday, November 23, 2014

Como se come nessa terra/ Cannot stop eating......

Aqui na Paquilândia não se tem muito que um estrangeiro possa fazer aí o que acontece: a gente vira paki e come come comeeeee. Comemos por algumas razões:
1 - a comida é barata
2 - a comida é uma delícia (especialmente a afegã pois não tem pimenta)
3 - porque não temos escolha
 A foto abaixo decreve muito bem a minha situação. Oh tristeza hehehheheeh
Here in Pakiland a foreigner doesn't have much what to do, So what happens: we become pakistanis and eat a lot, eat, eat and eat. We eat for different reasons:
1 - the food is very cheap
2 - the food is delicious (especially Afeghani one because it does not contain chili pepper)
3 - Because there is no other option

The below Picture describes my situation very well. OMG hehehheheeh
  
It says:  I took the test, which is the ideal bikini for my body type and the result was burqa





Wednesday, November 12, 2014

Bagunçando na Pakilândia

Para aqueles que acham que aqui só tem coisa que "num" presta, oia aí nóis causando na night hehehe. Tudo começou quando eu e a Fran (loira, celeb) quase 1 (?!?!) da manhã decidimos fazer uma festa surpresa pra Lu. Aí deu no que deu...
#amomaisquelasagna hehehehehe
For those who think that here only bad things happen, check this out. Lu's birthday party! Bcooooos LIFE IS S'GUUUUD
#Iloveitmorethanlasagna









Tuesday, November 11, 2014

?????????????????

AoA,


Por favor leiam e orem por eles/Please read and say a prayer for them



http://www.theguardian.com/world/2012/sep/05/pakistans-blasphemy-laws-colossal-absurdity




Phir milenge/See you/Até mais,
Patricia

Sunday, November 2, 2014

Acid attack


This photo is from Adrian Fisk Photography's series "Pakistan's Burnt Beauticians" -- to view more of his photos, visit http://bit.ly/1wSKgiW

Pakistani salon owner Masarrat Misbah discovered a new life mission ten years ago when an acid attack survivor came to her salon and asked her for help to look better. "When she removed her veil, I had to sit down. There was no life in my legs," Masarrat recalls in a recent BBC interview. "In front of me was a woman with no face. Her eyes and nose were gone and her neck and face were stuck together so she couldn't move them." Determined to help her, Masarrat found doctors to perform reconstructive surgery on the woman but her involvement didn't stop there -- she went on to start a non-profit organization called Smile Again which has helped hundreds of acid attack survivors rebuild their lives over the past ten years.

Masarrat has built one of the most respected salon chains in Pakistan and, since 2003, has not only funded the work of Smile Again but has turned her salons into refuges for women who have experienced such attacks. In addition to paying for their medical treatment, Massarat also teaches the women workplace skills and some have become beauticians at her salons. Two such women, pictured here, are Arooj Akbar, who was set on fire by her husband for giving birth to a girl rather than a boy, and Saira Liaqat, who had acid thrown on her by her then fiancé for refusing to leave her parents' house.

At least 160 acid attacks have been reported this year alone in Pakistan but advocates believe the real number is much higher. Masarrat believes that the government needs to do more to prevent attacks and help the women affected, stating "Because it is a female-orientated issue, it comes right at the bottom of their [the government's] priority list. Also, they say it tarnishes the image of our country. This is why it is hushed up and swept under the carpet."

She adds, "You listen to their stories and the attackers are motivated by such small reasons, sometimes no reason at all, and you think, 'Is this the world we want to live in?'" For her part, Masarrat is trying to build the kind of world she wants to see by helping one woman at a time rebuild their life.

An estimated 1,500 people, 80 percent of whom are women, are attacked with acid annually around the world. Those attacked are also overwhelmingly young women with an estimated 40 to 70% of the victims being under 18.

To learn more about Masarrat's organization, the Depilex Smileagain Foundation (Official Fan Page), and how you can support its important work, visit http://www.depilexsmileagain.com/ or read more on the BBC athttp://bbc.in/1tO9780



To learn more about acid attacks, check out the excellent 2012 Oscar-winning Best Documentary Short entitled "Saving Face" which tells the stories of Pakistani women who have become victims of such attacks. The film is digitally available on Amazon at http://amzn.to/1lPOIe6 or you can learn more about it at http://savingfacefilm.com/

For stories of girls and women experiencing and overcoming abuse and violence in their lives, visit our “Life Challenges” section athttp://www.amightygirl.com/books/social-issues/abuse-violence

For more true stories of more inspiring girls and women who worked to change the world, visit our “Activist” section in Biographies athttp://www.amightygirl.com/books/history-biography/biography?cat=207

Salão de beleza no Paquistão ajuda mulheres atacadas por ácido

Se tem uma coisa que eu não consigo engolir é ataque com ácido. E não é só homem que ataca mulher não. Uma garota pode atacar outra por vingança também por ter sido trocada por outra no casamento arranjado. Pouco tempo atrás, aqui em Islamabad, dois caras passaram de moto em frente a um bazar e jogaram ácido em um casal. Pegou mais na menininha de 2 anos que estava no colo da mãe.

Leiam o artigo abaixo sobre o lindo trabalho de Musarat Misbah em Lahore




https://estilo.catracalivre.com.br/modelos/salao-de-beleza-no-paquistao-ajuda-mulheres-atacadas-por-acido/

9 things about Noor Jehan

AoA http://nation.com.pk/national/23-Dec-2015/9-things-to-know-about-noor-jehan-on-her-death-anniversary